SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
Quando devo aceitar ir para cama com ele?
novembro 12th, 2013 by admin

A pressão é grande. Eles pressionam, chegam até mesmo a usar de chantagem barata e nós mulheres, tentadas a sermos as senhoras perfeitas, acabamos cedendo rápido demais.

Veja homens antes do sexo não estão pensando. Já as mulheres após o sexo param de pensar. Na verdade, mulher quando vai para a cama com um homem acredita piamente que morreu, foi para o céu e será canonizada muito em breve. Talvez por isso aconteçam tantas decepções.

Noto uma grande massa feminina acreditando na máxima de que podem fazer um homem se apaixonarem por elas na cama, ou mesmo que fazendo sexo assim ou assado o enlouquecerá de paixão e o deixará de quatro por elas. Esse é o pensamento mais ingênuo que eu conheço!

Primeiro porque sexo é pura troca de energia. Sendo assim, o fato de você colocar uma lingerie de uma cor ou modelo específico pouco importa. Aliás, se você reparar bem, eles nem olham para aquele conjunto caro que você comprou. Eles querem mesmo é tirar logo. E se sexo é troca energética, advinha pelo que ele irá se apaixonar? Acertou quem disse, pela energia emanada de você.

Ora, “periquita” é tudo igual! Tem o mesmo formato, mais ou menos o mesmo tamanho, o mecanismo de funcionamento é o mesmo, então o que diferencia uma da outra? (risos). Fisicamente nada!

Mas então você pode dizer que escuta muito fulano ou beltrano dizer que “ela” o fisgou na cama. E eu digo: Isso é mentira! Isso é o que ele acredita!

Um homem se apaixona pela energia e pelo cérebro. Ou seja, por aquilo que ele acredita que aquela mulher representa. A mulher que tem o poder de fazer com que o homem se apaixone perdidamente por ela, faz com que esse homem se apaixone pelo cérebro. E como? Fazendo-o acreditar que ela é tudo o que ele precisa! Falando? Não! Mas ela passa essa mensagem com sua postura, seu modo de agir e pelo respeito e consideração com ela própria.

Ela sabe que a “periquita” dela é um tesouro e, portanto zela por essa mina de ouro. Ele? Sente, sabe e pior acredita! E então fará qualquer coisa para tê-la.

Veja, ela se coloca nessa posição. E ela não precisa dizer uma palavra referente a preciosidade que ela tem no meio das pernas. Ele simplesmente sabe! Você também tem uma “periquita de ouro” com você, só não se deu conta disso ainda!

Chega de permitir ser tratada como “aquela mina” para ser tratada como “A Mulher”. (Para as amigas de Portugal, Moçambique e etc., “mina” é uma gíria utilizada no Brasil para especificar uma “garota comum”. Não precisamente uma “garota qualquer”, mas simplesmente comum, normal, igual a qualquer outra).

Mas e a pergunta que não quer calar? Quanto tempo então devo esperar para ir para a cama com um homem?

Antes de tomar essa decisão, responda as seguintes perguntas a você mesma:

1)      Ele vale a pena?

2)      Ele está se esforçando?

3)      Está se mostrando respeitador e com boas intenções?

4)      Ele está com muita pressa para me levar pra cama?

5)      Suas ligações são constantes, a chama para sair constantemente?

Seja sincera com você mesma e responda a todas elas com o máximo de clareza e transparência. E então você saberá.

Quer que eu responda a você?

1)      Ele vale a pena? Não sei. Vamos ver. Deixe-o mostrar quem ele é.

2)      Ele está se esforçando? É bom que esteja afinal minha “periquita” é de ouro.

3)      Está se mostrando respeitador e com boas intenções? Se não estiver, fim de jogo!

4)      Ele está com muita pressa para me levar pra cama? Ele que morda a testa!

5)      Suas ligações são constantes, a chama para sair constantemente? Eu não sou lanche! Se ele pensa que basta pagar uma pizza para que eu libere o parque de diversões está muito enganado! Vai precisar muito mais do que um jantar para me “acender” meu querido! (risos)

O importante de tudo é mostrar interesse e desejo sexual sim! Porém sem entregar o ouro assim facilmente. Faça-o se esforçar e entender que você vale a pena!

   
 

Siga-me no twitter: @menruntoyou


SIDEBAR
»
S
I
D
E
B
A
R
«
»  Substance:WordPress   »  Style:Ahren Ahimsa
© Todos os direitos reservados

Switch to our mobile site